Periodização de Treino: Alto volume? Alta intensidade? Ou ambos!

Por Prof. Me. Paulo Eduardo Pereira

As redes sociais são ótimas ferramentas para divulgação de informações, como por exemplo, métodos de treinamento de força e aeróbico. Atualmente os benefícios do treinamento intervalado de alta intensidade (Hiit: high intensity interval training) vem sendo amplamente divulgados. Porém devemos ter precaução na prescrição deste método de treinamento.

Será que este é a melhor opção para quem busca um melhor condicionamento físico? Seria este método o melhor método para promoção do aumento no desempenho físico e na capacidade aeróbica? O estudo de Stöggl e Sperlich, publicado em fevereiro de 2014, teve como objetivo comparar os efeitos de quatro métodos periodização de treinamento (HVT: alto volume e baixa intensidade; THR: entre aos limiares; HIIT: intervalado de alta intensidade; POL: polarizado (HVT+HIIT)) sobre as principais variáveis relacionadas com a performance: VO2pico; velocidade/potência correspondente ao limiar de lactato; economia de movimento; velocidade/potência pico e tempo de exaustão. A amostra do estudo foi composta por 48 atletas (15 ciclistas; 9 triatletas; 16 corredores; 8 esquiadores). Os autores verificaram que a POL promoveu maior aumento no VO2pico, tempo de exaustão e velocidade/potência pico. Enquanto que a velocidade/potência correspondente ao limiar de lactato aumentou na periodização POL e HIIT.

Desta forma fica evidente que a periodização do treinamento aeróbio deve ser composta tanto de sessões com alto volume e baixa intensidade (HVT) quanto de sessões de treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT).

Referencia

Stöggl, Thomas, and Billy Sperlich. “Polarized training has greater impact on key endurance variables than threshold, high intensity, or high volume training.” Frontiers in physiology 5 (2014).

  • Yuri Motoyama

    ok