Podcast #41- Encerramento da 2ª temporada

Olá pessoas!

Hoje vamos para o encerramento da nossa segunda temporada de podcasts! Nesse podcast o professor Yuri Motoyama e o professor Gilmar Esteves irão comentar qual o futuro do podcast 4×15, algumas estatísticas do site e o resultado da pesquisa lançada para saber as preferências dos nossos ouvintes.

Gostaríamos de agradecer muito a todos que participaram das nossas gravações esse ano e principalmente a você que esteve esse tempo todo conosco nos acompanhando e separando um pouco do seu tempo para nos ouvir!

Um abraço a todos e até a 3ª temporada em 2016!!


  • Raniel Ferreira

    Parabéns por mais um ano de podcast pessoal. Agradeço em grande parte pela receptividade de vocês (acredito que todos os emails e comentários que enviei foram respondidos). Sobre o episódio gostaria de dizer que fui uma das pessoas que gosta da duração do cast em torno de 45 a 60 minutos (por achar que é tempo suficiente para explorar um conteúdo), mas vou achar muito legal a ideia de vcs de fazerem mais casts por mês e com duração mais curta (contanto que mantenha a qualidade de conteúdo nessa faixa de tempo, por mim tudo bem). Aproveitando a deixa do Gilmar em trilhas, que tal uma pauta de esportes de aventura? Fica a sugestão. Continuarei acompanhando vocês e dando apoio ao projeto da maneira que for possível. Abraço e sucesso em 2016.

    Ps: Também sou de Manaus e posso confirmar que calor aqui é pouco, todo dia parece que a cidade se aproxima mais do sol.

    • Yuri Motoyama

      Raniel! Muito agradecido por ter nos acompanhado esse ano de 2015. E muito mais pela ajuda através dos e-mails e mensagens. Essa pesquisa foi muito importante para podermos os ajustar às necessidades de vocês que nos acompanham. Esportes de aventura já está na lista de pautas a mais de 1 ano! kkkkkkkk Além de comentar sobre essa maravilhosa forma de praticar exercícios físicos nós temos VÁRIAS histórias para contar tanto que acho que esse cast poderá ter até 2 episódios. Cara toda vez que acontece aquele calorão úmido aqui onde eu moro eu penso que poderia ser pior…poderia estar em Manaus! kkkkkkkk Abração chefe!!