Podcast #78 – Gravidez e Exercício

Olá pessoas, preparados para mais um podcast?!

Vamos para mais um tema muito especial, pois, para falar sobre gravidez e exercício tivemos a ajuda dos nossos queridos ouvintes e das professoras Bianca Santana e Vânia Reis que contaram um pouco de como foram seus treinamentos durante a gestação. Para esse podcast temos os professores Renêe Caldas, Gilmar Esteves e Yuri Motoyama conduzindo o bate papo. Sente-se confortavelmente, ajuste o volume porque nesse programa vamos falar um pouco sobre:

  • Como andam as pesquisas na área de gravidez e exercício?
  • Quais os mitos do treinamento para gestantes?
  • Existem perigos e contraindicações?
  • O exercício supervisionado pode trazer benefícios para gestação?

Gostaríamos de agradecer em especial aos ouvintes que mandaram as perguntas que foram utilizadas na pauta: André Itami; Michele Godoy; Camila Gianoni; Junior Santos; Daiana Almenta (GNH podcast); Edson Torres; Helena Romaneli; Andresa Pontes; João Carlos de Oliveira; Paloma Araújo; Carlos Mazzochi; Mirtes Santos; Karen Pereira; Eduardo Assenza; Matheus Mazoti; Miguel Wagner e Jonathan Chava.

Siga-nos nas nossas redes sociais procurando por #Quatrode15 e não deixe de entrar em contato conosco através do nosso e-mail contato@quatrode15.com.br ou deixando aqui o seu comentário! Não deixe de nos seguir também nas nossas redes sociais Yuri Motoyama, Gilmar Esteves, Fábio Rocha, Douglas Jandoza, Renêe Caldas, Paulo Eduardo e Rodrigo Gianoni.

Se você acha muito importante nosso projeto de popularização da ciência aplicada ao treinamento saiba que você pode nos ajudar financeiramente. Independente do valor, você vai permitir que possamos expandir nosso projeto e gerar mais conteúdo de qualidade. Para saber clique aqui e conheça nosso programa de patronato.

Referencias

COLLINGS, Catherine A.; CURET, Luis B.; MULLIN, John P. Maternal and fetal responses to a maternal aerobic exercise program. American journal of obstetrics and gynecology, v. 145, n. 6, p. 702-707, 1983.

BARAKAT, Ruben et al. Exercise during pregnancy. A narrative review asking: what do we know?. Br J Sports Med, p. bjsports-2015-094756, 2015.

BARAKAT, Ruben et al. A program of exercise throughout pregnancy. Is it safe to mother and newborn?. American journal of health promotion, v. 29, n. 1, p. 2-8, 2014.

HALE, Ralph W.; MILNE, Leslie. The elite athlete and exercise in pregnancy. In: Seminars in perinatology. WB Saunders, 1996. p. 277-284.

MCDONALD, Samantha M. et al. Does dose matter in reducing gestational weight gain in exercise interventions? A systematic review of literature. Journal of science and medicine in sport, v. 19, n. 4, p. 323-335, 2016.

MOTTOLA, Michelle F.; ARTAL, Raul. Fetal and maternal metabolic responses to exercise during pregnancy. Early human development, v. 94, p. 33-41, 2016.

PERALES, María et al. Maternal Cardiac Adaptations to a Physical Exercise Program during Pregnancy. Medicine and science in sports and exercise, v. 48, n. 5, p. 896-906, 2016.

SANTOS, Caroline Mombaque dos et al. Effect of maternal exercises on biophysical fetal and maternal parameters: a transversal study. Einstein (São Paulo), v. 14, n. 4, p. 455-460, 2016.

WING, Cary H.; STANNARD, Alicja B. Pregnancy and Exercise Guidelines: Fifty Years Makes a Difference. ACSM’s Health & Fitness Journal, v. 20, n. 2, p. 4-6, 2016.

WIDEN, E. M.; GALLAGHER, D. Body composition changes in pregnancy: measurement, predictors and outcomes. European journal of clinical nutrition, v. 68, n. 6, p. 643-652, 2014.

 

  • Israel Costa

    – E ai galera !
    – Partindo para uma observação contemporânea, esses dias estava vendo o instagram da Ivete Sangalo, ela está grávida de gêmeos e se exercita de forma vigorosa, e mostra isso lá. E o engraçado são as pessoas chocadas, comentando, tipo: “Ivete você tá louca ? Não pode agachar”, “não pode pegar peso” … Essa falta de informação reflete esse primeiro bloco em que as pessoas de um modo geral acham que as gestantes estão em momento fragilizado e que o esforço pode colocar em risco a gravidez…
    – Sabendo que isso é mito, e infelizmente estamos caminhado o Yuri falou que os estudos mais recentes são de 2004, quer dizer existe poucos concessos de maneira que derrubar a ideia conservadora. A ideia da sogra hahahahaha.
    – Nesses três primeiros meses acredito ser necessário uma cautela porque a MÃE recebe o feto com uma carga genética do PAI, ainda estranha naquele organismo, então esse momento de modificações, exige sim, acredito eu, um olhar mais delicado. Eu penso que isso parte muito da individualidade biológica e de como está o corpo da mulher está no momento que ela engravida. Talvez exercícios dentro da piscina de forma leve se encaixe melhor nesse momento, após as doze semanas seguir com um treinamento mais vigoroso.
    – Achei muito legal a explanação sobre o hormônio da relaxina, era ignorante sobre a sua função, também o ganho de flexibilidade e os cuidados a serem tomados.
    – Sabe que eu percebo é que nos ainda não conseguimos ver resultados dos exercícios, tipo provar algo além da qualidade de vida durante a gravidez. Talvez pela complicações de realizar pesquisas.
    Abraços.

    • Yuri Motoyama

      Olá Israel! Muito boa suas observações. Como comentei no podcast, estou acompanhando minha esposa durante a gestação e eu deixo a cargo dela decidir se está se sentindo bem ou não para treinar, ou até escolher uma intensidade de exercício mais leve quando ela quer. Mas que existem muitos mitos a serem derrubados isso é fato! Abração e muito agradecido pelo comentário