Arquivo da tag: Crenças vs. Evidências

Musculação: Crenças vs. Evidências … e reflexões

Por Yuri Motoyama

Esse artigo foi uma proposta interessante do professor Cauê Teixeira (se não o conhece sugiro que clique aqui e ouça sua entrevista) juntamente com o professor Paulo Gentil e uma contribuição minha. A ideia é levantar questionamentos sobre alguns postulados que existem no treinamento de força que na maioria das vezes são baseados em experiências individuais e crenças que são transmitidas de geração em geração de forma dogmática (sim!! Da mesma forma que a religião).

O texto foi todo produzido em português e publicado em uma revista de acesso aberto nacional. Nós sabemos que para pessoas que “vivem” da produção de ciência publicações de nível internacional são mais pontuadas em nossos currículos, porém caímos em um beco sem saída que é o acesso restrito a língua inglesa. Não são todos que tem o costume e o conhecimento de uma segunda língua. Agora coloque nessa mistura de ideias o quadro do Brasil no que diz-se respeito a promoção de saúde. Precisamos de publicações para facilitar o acesso a ciência produzidos na nossa língua para podermos espantar o grande fantasma da ignorância, tradicionalismo e emotividade de dentro das salas de musculação.

Uma das principais iniciativas do projeto do blog 4×15 é justamente resenhar textos científicos em inglês para despertar a curiosidade e o senso crítico dos profissionais da saúde do nosso país, e quem sabe incentivarmos novos consumidores de ciência…

Enfim, acredito que estamos melhorando, apesar da velocidade ainda não ser ideal já consigo ver alunos de graduação e profissionais formados sendo mais criteriosos com o que é massificado pela internet. Já vejo profissionais engajados em compartilhar informações confiáveis e tentar facilitar o acesso a ciência. Ontem mesmo uma aluna minha veio comentar comigo que questionou uma “celebridade” da internet sobre a base teórica na qual ele se apoiava para justificar um método que ele propunha em um vídeo. Ele respondeu o que? – Não tem base nenhuma, eu estou falando da minha experiência.

Existem pessoas que defendem a posição de que a saúde não precisa de teoria nenhuma e simplesmente de pessoas com muita experiência, outras já acreditam que precisa haver um equilíbrio nessa balança. Uma coisa é certa, em QUALQUER área da saúde, se não houver um total respaldo científico o consumidor está tendo um prejuízo enorme que pode ser desde financeiro até comprometendo sua saúde.

Enfim, cliquem no link abaixo e LEIAM o artigo na integra. Não fiquem satisfeito com a opinião dos outros, CONSTRUAM suas próprias opiniões!

Referência

TEIXEIRA, Cauê Vazquez La Scala; MOTOYAMA, Yuri; GENTIL, Paulo. Musculação: Crenças vs. Evidências. RBPFEX-Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 9, n. 55, p. 562-571, 2016.