Arquivo da tag: Esporte

Podcast #72 – O que rolou no Congresso Europeu de Ciências do Esporte (ECSS) 2017

Olá pessoas

Nesse podcast vamos trazer as informações do último congresso europeu de ciências do esporte (ECSS 2017). Uma das nossas propostas futuras é conseguir gravar programas sobre alguns congressos importantes que conseguirmos participar para que vocês, ouvintes, também possam ficar sabendo das novidades e quem sabe se interessem a participar de alguma edição futura. Para isso estamos com os professores Yuri Motoyama, Gilmar Esteves e Renêe Caldas discutindo o que há de novidade no mundo da ciência aplicada ao esporte!

Lembrando que estamos retomando nosso projeto de patronato, isso é uma forma de vocês, que acompanham e gostam do conteúdo, ajudarem para que possamos pagar as despesas relacionadas a produção desse conteúdo.

Links citados no podcast

Clique aqui para fazer parte do nosso grupo do Instagram!

Dragões de Garagem (Doping);

E vamos para Dublin em 2018!

 

Emagrecimento: a relação entre fome e saciedade pode explicar porque você não perde peso

Por Jean Silvestre

O dia dos(as) Nutricionistas já passou, mas não poderia deixar de postar algo importante e quem vêm sendo muito discutido no processo alimentação saudável: perda de gordura corporal e emagrecimento!!

Escuto muitas pessoas relatarem que, com o passar do tempo, quando fazem a adesão de um processo de reeducação alimentar, vão ficando cada vez mais com vontade de “atacar” a geladeira e tendo dificuldade na perda de gordura corporal, pois bem…A ciência tem uma ótimo explicação, não digo que é o único motivo, mas se enquadra entre os mais importantes para um nutricionista entender o processo de diminuição energética e a dificuldade em diminuir percentual de gordura.

As proteínas responsáveis pelo emagrecimento

Na medida em que você executa um planejamento alimentar com déficit energético e/ou aumenta o seu gasto energético com exercício físico você terá como resultado a diminuição de massa corporal – mais especificadamente diminuição de gordura corporal, o que chamamos de emagrecimento. Então você pensa, vou realizar os dois com acompanhamento e pronto, ficar “trincado(a)”. MAS nosso organismo é extremamente inteligente, e encontrou algumas maneiras de não deixar você perder toda a gordura corporal e, consequentemente, sobreviver em tempos remotos. Duas maneiras: chamam-se LEPTINA e GRELINA! Ambas são proteínas responsáveis pelo controle da sua ingesta alimentar!! A primeira, quando em níveis elevados, leva à redução de apetite e ao AUMENTO do seu gasto energético. Já a segunda, quando em níveis elevados, leva ao aumento de apetite e a DIMINUIÇÃO do seu gasto energético (1, 2).

Ai é que começa o problema… na medida em que você reduz a quantidade de tecido adiposo do seu corpo, seus níveis de leptina diminuem (para se ter uma ideia, com redução de 10% do peso, há uma redução de 53% de leptina), isso porque grande parte da leptina é produzida no próprio tecido adiposo!! Ou seja: Diminuição de tecido adiposo = diminuição de gasto energético e aumento do apetite constante.

Em um estudo publicado recentemente com indivíduos obesos, um grupo de pesquisadores ofereceu uma dieta hipocalórica (1400-1600 kcal/dia) em um período de 4 meses. Ao  longo do estudo os autores perceberam uma grande dificuldade na perda de peso após 1 mês de dieta, consequentemente notaram uma diminuição significativa de leptina nesse primeiro mês(3). Nesta mesma linha de pensamento, outro estudo publicado na Nature demonstrou que a queda de leptina induzida por restrição calórica é o maior determinante de adaptações metabólicas, maior até que o próprio ritmo circadiano (4).  Agora deu pra entender um dos motivos daquela vontade de “atacar” a geladeira?! Como lidar com isso? Procure um nutricionista capacitado para adequar seu planejamento e tenha uma vida saudável!!

Gosta de ler sobre emagrecimento? Então te convido a clicar aqui e experimentar ouvir esse podcast. Uma fantástica entrevista sobre o emagrecimento sob o olhar da psicologia!

Referências

DAMIANI, D. & DAMIANI, D. Sinalização cerebral e apetite. Revista Brasileira de Clínica Médica, v. 9, n. 2, p. 138-45, 2011.

DRUCE, M.R.; WREN, A. M.; PARK, A. J.; MILTON, J. E.; PATTERSON, M.; FROST, G.Ghrelin increases food intake in obese as well as lean subjects. International Journal of Obesity, v. 29, n. 9, p. 1130-6, 2005.

GRECO, M.; CHIEFARI, E.; MONTALCINI, T.; ACCATTATO, F.; COSTANZO, F. S; PUJIA, A.; FOTI, D.; BRUNETTI, A.; GULLETTA, E. Early effects of a hypocaloric, mediterranean diet on laboratory parameters in obese individuals. Mediators of Inflammation, ID 750860 , 8 pág, 2014.

LECOULTRE, V.; RAVUSSIN, E.; REDMAN, L. M. The fall in leptin concentration is a major determinante of the metabolic adaptation induced by caloric restriction independently of the changes in leptin circadian rhythms. The Journal of clinical endocrinology & metabolism, v. 96, n. 9, p. 1512-6, 2011.