Por que o TCC se torna um monstro no final do curso de Educação Física?

Por Yuri Motoyama

Para a maior parte dos graduandos o TCC é uma inacreditável dor de cabeça e existem alguns pontos que contribuem para que esse momento crucial da graduação seja tão sofrido. Em primeiro lugar sabemos que é a reta final do curso e muitas vezes o formando já está com a cabeça cheia, porém, temos um problema muito maior que é a falta de preparo que a maioria dos cursos oferecem para esse momento e a falta de interesse do próprio aluno.

Como é e como deveria ser um TCC no final de uma graduação em Educação Física

Já parou para imaginar para que serve a faculdade? Quando você se gradua no ensino superior e se torna um profissional, um dos pontos principais para sua formação são trabalhar baseado em fatos e seguindo uma linha lógica de raciocínio para solucionar problemas. Na minha opinião, para que isso seja feito com perfeição as graduações e os professores envolvidos deveriam se preocupar (antes das disciplinas e conteúdos específicos básicos) em trabalhar no introduzindo os alunos no famoso pensamento científico. Disciplinas como técnicas de aprendizagem, história da ciência, lógica, método científico (conhecida como metodologia), estatística e até a temida matemática são importantes. Em alguns  cursos, nós até encontramos na grade curricular essas disciplinas, porém, se resumem a produção de textos de TCC´s ou apresentações de idéias.

O TCC é uma grande brincadeira de responder uma curiosidade! Durante os anos de graduação, você não teve nenhuma disciplina que te encantou? Então, nessa disciplina não surgiu alguma pergunta que te incomodou tanto a ponto de fazer você pesquisar?

Está aí! Esse seria um bom tema para seu TCC!

A graduação deve ser um momento para você ingressar no mundo acadêmico e mesmo que você não queria trabalhar com pesquisa, ou seguir a vida acadêmica, você deve entender como isso funciona! Se você acha preciosismo da minha parte, espere para receber o serviço prestado de um profissional que levou a graduação nas coxas, fez um TCC copiado de uma página na internet (ou comprado) e saiu para o mercado de trabalho sem sequer saber onde procurar um artigo da sua área. É bem sinistro mas existem MILHARES de profissionais a solta por aí com essa descrição cuidando de você, da sua esposa, da sua mãe, dos seus filhos… e cuidado esse pode ser você no final do curso!

Se você ainda está perdido na faculdade, clique aqui e ouça essas dicas!

Então, imagine que o TCC é um momento onde você vai fechar sua graduação. Você pode fechar com chave de outro ou chave de merda (desculpe a comparação mas em muitos casos é assim). Não trate seu TCC como um trabalhinho para tirar ponto ou como uma chatice burocrática para pegar o diploma. Identifique-se com o tema, seja apaixonado e curioso pela pesquisa e, POR FAVOR, não faça revisões de coisas que já não são novidade na sua área. É muito cansativo quando você pega um TCC com o tema “Efeito do exercício físico para emagrecimento”, “Efeito da musculação na hipertrofia” … é a mesma coisa que fazer um trabalho do tipo “Efeito da alimentação para matar a fome” ou “Efeito da hidratação para reduzir a sede”. Boring…

Crie perguntas interessantes e se tiver condições faça uma pesquisa da campo, saia das revisões! Não estou falando que as revisões são de ruins, já vi revisões sobre temas muito interessantes, o que estou falando é para sair do conforto da mesmice e não colocar um texto chato na biblioteca da faculdade com o seu nome impresso na capa.

“Quando voltava da escola, meus pais nunca me perguntavam o que eu aprendi, e sim, qual pergunta interessante eu fiz para o professor.”

Erik Kandel (Nobel em Fisiologia / 2000)