Whey protein: quais marcas são confiáveis?

Por Yuri Motoyama

A suplementação vem se tornando cada vez mais popular dentro das academias. Uma prática que começou com atletas de alta performance que precisavam de um grande aporte de nutrientes em curto espaço de tempo e sem causar desconforto em seus treinos. A partir disso muitas empresas começaram a ver o potencial lucrativo de vender suplementos para amadores e frequentadores de academias.

Só que um dos grandes problemas é que toda tecnologia envolvida na suplementação encarece o produto e para ganhar mais dinheiro muitas empresas começam a manipular a qualidade do produto colocando substâncias mais baratas ou alterando a quantidade das substâncias.

O leite pode substituir a suplementação de Whey Protein para recuperação? Clique aqui e leia essa matéria!

O analista executivo do Inmetro disse que devido ao grande consumo desse tipo de suplemento e algumas denúncias realizadas por distribuidores fez com que 15 marcas de suplemento (Whey Protein concentrado) passassem por um teste de qualidade.

Foram analisadas as marcas: EAS, Body Action, Probiótica, Integram Médica, STN Steel Nutrition, Solaris, Voxx, Dynamic Lab, Maxx Titanium, DNA, Universal, Met-Rx, Sportpharma, New Millen e Nature’s Best.

Para ser considerado Whey Protein, o produto deve ter no mínimo 10 gramas por porção.

Os consumidores podem ficar tranquilos com relação a quantidade de proteína, todas as marcas foram aprovadas.

Um problema encontrado nas marcas Solaris e Voxx foi que as quantidades escritas no rótulo apresentavam 30% a menos a quantidade real por porção. Isso já atrapalharia a estratégia nutricional levando em consideração que as doses são calculadas pelas informações contidas nos rótulos.

Você também precisa saber que quanto toma o suplemento não está tomando proteína “pura”. Todos são misturados com carboidratos. Aquele que você compra para colocar na squeeze e tomar durante o treino. Das 15 marcas, 11 tinham quantidades diferentes das descritas nos rótulos chegando até a 300% de diferença.

carboidratos inmetro 2014
Extraído do relatório final do Inmetro
Whey protein é uma proteína de fonte animal, extraída do soro do leite.

Além de encontrar substâncias não declaradas em suas composições, 5 marcas continham cafeína (não informada no rótulo) e a marca DNA continha proteínas extraídas do trigo e da soja.

cafeína inmetro 2014
Extraído do relatório final do Inmetro

Agora você não pode mais tirar sarro daquele seu amigo que só bebe cerveja e aquele que é vegetariano e só come soja. rs

No resultado final 11 marcas foram reprovadas por não conter todas as substâncias apresentadas em seus rótulos.

Whey Protein causa ou não danos ao sistema renal? Clique aqui e leia um pouco mais sobre essa discussão.
Tabela extraída do relatório do Inmetro com todos as marcas e resultados.
Whey Protein Anvisa 2014
Extraído do relatório final do Inmetro
Está treinando para perder peso? Clique aqui, ouça esse podcast e preste a atenção nas informações!

Atualmente não tem jeito, se quisermos ter produtos de qualidade vamos depender de inciativas como essa para podermos abrir os olhos para as marcas dos produtos que consumimos. Lembrando que quando se fala em lucro, nós (consumidores) ficamos em último lugar sempre. Por isso que eu gosto de incentivar as pessoas a compartilhar conhecimentos e principalmente colocar suas ideias para fora. Estamos vivendo em uma época onde a comunicação é muito facilitada pela internet, nós somos a maioria e temos que exigir qualidade nos produtos e serviços que pagamos.

Abraço pessoal!

Ps.: O relatório final também apresenta todas as respostas das empresas e soluções apresentadas pelas mesmas.

Referência

RELATÓRIO FINAL SOBRE A ANÁLISE EM SUPLEMENTOS PROTEICOS PARA ATLETAS – WHEY PROTEIN

Publicado em 13 de maio de 2014

(quem quiser uma cópia do relatório me mande um e-mail que eu encaminho)

  • Yuri Molina Zapata Rodrigues

    Poxa … eu me interesso em receber esse relatorio, yuri.uemg@gmail.com vlww !!

    • Yuri Motoyama

      Enviado chefe! Abraço!