Podcast #77 – DNA (Discussão, notícias e atualidade)

Olá pessoas!

Nesse podcast no formato Drops vamos conversar bater um papo com nossos ouvintes que nos mandaram mensagens (adoramos isso! Sempre que puder nos escrevam). Um abraço para quem entrou em contato conosco:

  • Sandro Contes;
  • Emanoel Brito;
  • Renan Alves;
  • Ana Andrade;
  • Marcos Sales;
  • Concursando CP (qual será o nome dele? rs)

Vamos trazer algumas notícias que achamos interessantes pela internet:

  1. Aposentadoria especial para professores de Educação Física?
  2. Mercado “fitness” e longevidade aumentam a procura pela carreira de Educação Física;
  3. Espetáculo mostra como dança ajuda a lutar contra a depressão;

E vamos discutir dois artigos (um deles é no mínimo curioso):

  1. Efeito do volume do treinamento de força na hipertrofia dos membros superiores: mais é melhor que menos?
  2. Gasto energético em atividade sexual em adultos jovens;

Siga-nos nas nossas redes sociais procurando por #Quatrode15 e não deixe de entrar em contato conosco através do nosso e-mail contato@quatrode15.com.br ou deixando aqui o seu comentário!

Se você acha muito importante nosso projeto de popularização da ciência aplicada ao treinamento saiba que você pode nos ajudar financeiramente. Independente do valor, você vai permitir que possamos expandir nosso projeto e gerar mais conteúdo de qualidade. Para saber clique aqui e conheça nosso programa de patronato.

  • Ivay Nogueira Silva

    Parabéns

  • Emanoel Brito

    Pessoal parabéns pelo post e comentando sobre os temas primeiro sobre a aposentadoria especial do profissional, concordo com o que foi mencionado devemos lutar por un piso Melhor e pelo fim ou regulação do repasse, ajustando Isso esse pl nem precisaria ser debatido.
    Em relação ao mercado Isso é muito bom, só espero que as instituições formes Bons profissional, por que pelo que vemos o mec vem pisando na bola quando o Assunto se trata sobre qualidade das instituições.
    Sobre as aulas de dança, já tem várias matérias que mostram os benefícios da dança contra depressão, melhoram a interação social.

    Sobre o artigo da participação do yuri, trabalho com a prescrição do treino levando em consideração o tempo de treino como um todo. Ex: se o aluno já costuma treinar com tempo longa mais de 1h na academia, Vou cortando o excesso de exercícios e Vou deixar o treino em torno de 40′-50′. E Depois mudando os estímulos de carga e tempo de descanso.

    • Yuri Motoyama

      É muito legal ter sempre você participando aqui dos comentários e até nas pautas com sugestões e e-mails. Acho que essas novas amizades que vamos formando é o mais legal de fazer podcast!

      Concordo com todas as suas colocações. Com relação ao tempo de treino lembre-se de uma coisa. Calcule o tempo total de treino imaginando uma situação onde você consiga respeitar todos os intervalos de descanso da sua série (com uma academia cheia isso se torna impossível, rs). Outra coisa que dentro de um planejamento podem existir treinos mais longos e até mais curtos também!

      Valeu pelo comentário chefe!! Abração

      • Emanoel Brito

        o prazer é meu.
        quando você se refere ( Calcule o tempo total de treino imaginando uma situação onde você
        consiga respeitar todos os intervalos de descanso da sua série (com uma
        academia cheia isso se torna impossível) está dizendo somar até o tempo de descanso no tempo total? se for isso o que faço é exercícios sempre próximos ou livre e já escolho o descanso de acordo com estimulo se vai ter descanso ou não. procede ?
        abraços velho

        • Yuri Motoyama

          Tem formas demonitoramento de treino que usam o tempo total sim. Mas na musculação eu acho uma boa medida o número de séries por grupo muscular